Comemorar a vitória de Peter Sagan é celebrar o ciclismo e ver a história acontecer. O terceiro campeonato mundial consecutivo do eslovaco é único, assim como essa lenda do ciclismo. No auge dos seus 27 anos, Sagan tem grandes feitos. Já venceu o Tour de Flandres, duas Gent-Wevelgen, mais Kuurne-Brusels-Kuurne, Brabantse Pijl e o E3 Harelbeke, a camisa Verde do Tour 5 vezes, e esse ano só não teve a sexta consecutiva por um erro dos comissários.

O que mais pode vir? Muito! Paris Roubaix, Milan San Remo, recorde de camisas verde no Tour, tetra mundial, penta mundial, rs! Tudo isso porque Sagan é um conjunto perfeito de ciclista. Sua leitura de prova e a habilidade, conciliadas ao seu preparo, força e naturalidade em cima da bicicleta o fazem essa maquina de vencer.

Esses números veem desde  2009 na época de “trainee” na extinta Liquigas. Desde então a evolução e conquistas passaram por mais de 15 etapas vencidas no Tour da Suíça, 16 etapas no Tour da California e 101 vitórias como ciclista profissional!

A nós resta celebrar e acompanhar a história sendo feita. Peter é único, no seu tempo, na sua década e o melhor é que há muito por vir ainda!

#nafuga

 

Anúncios